Artigos e Matérias

  • Histórico da ACURBE

    A ACURBE iniciou suas atividades no ano de 1972, com o objetivo de auxiliar as famílias de descendentes pomeranos que imigraram para o Brasil a partir de 1859, mais intensamente em 1872, e que se estabeleceram na região serrana do Espírito Santo. Esses pomeranos buscavam terra, pão e paz, um novo lar onde pudessem viver. […]

    Ler
  • Ponto de Cultura “Pommer Kultur”

      Projeto Ponto de Cultura “Pommer Kultur” representa a casa das famílias pomeranas que chegaram aqui em 1859, um lugar onde todos podiam se encontrar, como se fosse à casa do primeiro morador, a família Klems, onde todos os imigrantes se encontravam nos finais de semana para orar, cantar, dançar, jogar e planejar as atividades […]

    Ler
  • Fritzadanz- A dança dos Pomeranos

    grupo “Fritzadanz” foi dado em homenagem aos primeiros moradores que chegaram ao nosso Município, a família Klems: Srª Bertina e Fritz Klems. Esse casal recepcionava os Pomeranos que chegavam à procura de pão, paz, terra e vida. Eles ofereciam sua casa para dançar, louvar a Deus, orar, cantar, planejar atividades, resolver dificuldades, entre outros. As […]

    Ler
  • Berço da Concertina

    O grupo foi criado em 1999, em São Sebastião de Belém – Santa Maria de Jetibá. São tocadores de concertina que atendem as comunidades Pomeranas em festas, casamentos, festa da terceira idade, bailes, shows, eventos municipais, festivais de concertina dentro e fora do estado, tocando músicas trazidas pelos antepassados que chegaram ao Brasil entre os […]

    Ler
  • Casamento Pomerano

    O Casamento Pomerano era uma festa de três dias: iniciava na quinta-feira e terminava no domingo de manhã. Todas as famílias convidadas participavam trazendo os “comes e bebes”, ajudavam na organização e na preparação da festa. Na quinta-feira à tarde, depois de tudo estar preparado, a comemoração iniciava com muita música e dança. Após a […]

    Ler
  • A Imigração Pomerana

    As famílias dos imigrantes Pomeranos chegaram ao Brasil entre os anos de1856 a 1872, desembarcando em Vitória, Capital do Estado do Espírito Santo, vindos nos navios “Gutenberg” e “Doktor Barth”. Embarcaram em pequenos barcos subindo o rio “Santa Maria da Vitória” até a cidade de Santa Leopoldina, na época conhecido como “Porto do Cachoeiro” em […]

    Ler